terça-feira, 2 de novembro de 2010

crendices sobre a morte

Há coisas que fazemos tradicionalmente. 
Finados, para mim, é dia de arrumar a árvore de natal. 
Bom, já arrumei-a ontem. Prometo fotos.

Essas "crendices sobre a morte" eu não conhecia. Vou citar apenas algumas, pois a lista é longa. Quem quiser ler o restante, clique aqui.


CRENDICES E SUPERSTIÇÕES COM A MORTE

• Quando morre uma pessoa, deve-se abrir todas as portas para a alma sair. Fecham-se porém os fundos da casa. A alma deve sair pela frente. A casa não deve ser fechada antes de sete dias pois o fel (as vísceras) do defunto só se arrebentará nesse prazo. Então a alma vai para o seu lugar. A novena de defunto é para a alma ir para onde foi destinada.
• Quando numa procissão, o pálio para defronte de alguma porta de uma casa, é isso presságio de morte de alguma pessoa dessa casa, porque o pálio para sempre defronte às janelas.
• Homem velho que muda de casa, morre logo.
• Quando a pessoa tem um tremor, é porque a morte passou por perto dela. Deve-se bater na pessoa que está próxima e dizer: Sai morte, que estou bem forte.
• Acender os cigarros de três pessoas com um fósforo só, provoca a morte da terceira pessoa. Outra versão: morrerá a mais moça dos três fumantes.
• Derrubar tinta é prenúncio de morte.
• Quando várias pessoas estão conversando e param repentinamente, é que algum padre morreu.
• Perder pedra de anel é prenúncio de morte de pessoa da família.
• Não presta tirar fotografia, sendo três pessoas, pois morre a que está no centro.
• Não se deve deitar no chão limpo, pois isso chama a morte para uma pessoa da família.
• Quem come o último bocado morre solteiro.

Le Jour des Morts, William Adolphe Bouguerrau, 1859.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: