domingo, 29 de maio de 2011

Livro: Jogo Perigoso



Tédio:
Jessie ficou presa numa cama, na sua casa de campo. Ninguém sabe que ela está lá e não há vizinhos para socorrê-la.
As primeiras dezenas de páginas são um tédio, quase dormi em cima do livro. Eu ficava me perguntando: "o livro inteiro vai ser sobre essa mulher presa no quarto?" Mas então, ele fica...
Esquisito:
Jessie ouve vozes em sua cabeça. As vozes são dela mesma, em várias fases da vida, de uma amiga, da sua ex-terapeuta, além de outras que não reconhece. Todas dão opiniões (muitas vezes conflitantes) sobre o que ela deve fazer. Algo como falar consigo mesmo. Até descobrirmos que Jessie foi parar nessa situação devido a sua atitude ao enfrentar as situações. A partir daí, o livro é...
Interessante:
Os problemas de Jessie ocorreram quando ela tinha 10 anos de idade e estava assistindo a um eclipse. Mas ela bloqueou as lembranças em sua memória. E o livro começa a ficar...
Assustador:
Sonho, pesadelo ou recordações? Jessie não quer lembrar de tudo o que aconteceu, mas é essencial que ela volte àquele dia, essa é a chave para sair do quarto. Pois a essa altura, o livro já está...
Muito Assustador!
A casa está vazia. Não há vizinhos num raio de 6 quilômetros. Que sombra é aquela no quarto, um homem? Um homem segurando um saco de ossos?


Sério gente: não leiam durante a noite ou de madrugada. A porta do meu quarto se movimentou com o vento e eu quase gritei de susto. Cheguei a pular na cama. E a certa altura, comecei a olhar para os lados, verificando se não havia alguém no quarto. No final, é tudo explicado, mas mesmo assim... Cruzes!





Sinopse - Jogo Perigoso - Stephen King

"Deixe alguma luz acesa no quarto antes de dormir". Este prudente conselho foi dado por Stephen King quando publicou JOGO PERIGOSO.

Solidão, dificuldade de se comunicar e de se locomover, os traumas da infância, o medo, as maiores angústias de uma mulher. Estes são os ingredientes utilizados por Stephen King neste romance. Jessie chega com o marido para um fim de semana de muito sexo na casa de campo do casal, num recanto do Maine. O que seria um jogo de sexo se transforma em prelúdio para uma noite de horror. Tudo muda naquele jogo e Jessie começa a viver os momentos mais terríveis de sua vida. Ao acompanhar sua agonia, o leitor vê-se enredado em mais uma narrativa eletrizante de King. Um romance para ser devorado com paixão e avidez. 

4 comentários:

  1. rsrsrs, vc é muito engraçada!

    ResponderExcluir
  2. Adoro Stephen King!!
    A maioria das histórias dele são arrepiantes!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ei Patty,

    Morro de medo de alguns livros do King, sou muito medrosa, só leio os mais lights rsrsrs. Mas a resenha ficou tão legal, fiquei curiosa. :)

    P.S: Diários do vampiro tbm não está entre as que mais gosto, gostava no começo do quarto para a frente ficou chato, vou ler o 6 agora, vamos ver se melhorou.

    bjo

    ResponderExcluir
  4. Adorei a maneira como conduziu a resenha Patty :)
    Sabe, às vezes me pergunto porque gosto de sentir medo,deve ter uma explicação pra isso né?rsrsrrs
    Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: