quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Poeminha de Finados

"Tudo é Vaidade" por C. Allan Gilbert. A vida, a morte e o significado da existência estão interligados.

*******
A morte 
(Vinícius de Moraes)

A morte vem de longe 
Do fundo dos céus 
Vem para os meus olhos 
Virá para os teus 
Desce das estrelas 
Das brancas estrelas 
As loucas estrelas 
Trânsfugas de Deus 
Chega impressentida 
Nunca inesperada 
Ela que é na vida 
A grande esperada! 
A desesperada 
Do amor fratricida 
Dos homens, ai! dos homens 
Que matam a morte 
Por medo da vida.

*******

A figura acima é uma ilusão de ótica. Você percebeu?

4 comentários:

  1. não percebi....so percebi depois de ter lido sua dica!

    ResponderExcluir
  2. Adoro Vinícius !! Lindo poema, lindo desenho.

    bjãoo Patty

    ResponderExcluir
  3. Amo essas imagens que você tem que ver além do olhar simples...o poema é lindissimo.

    Afinal a morte é certa e muitos vivem na ansia de saber quando será;

    Muita Luz e Paz
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema! Só percebi depois que vc disse.
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: