domingo, 6 de janeiro de 2013

A Pele que Habito

Imperdoável, ou quase. Eu assisti esse filme no ano passado e, por alguma razão, esqueci de comentar com vocês. Quem me enviou uma cópia foi a Cíntia. Nós duas passamos o ano todo trocando dvds.
O filme é diferente; o final feliz não é garantido. E o médico pode ter trocado mais do que a pele da paciente. Não vou dizer mais nada para não estragar o suspense, só vou dizer uma coisa: o final deixa bem claro por que essa história de vingança nunca dá certo.


Desde que sua esposa foi queimada em um acidente de carro, o Dr. Robert Ledgard, um iminente cirurgião plástico, interessou-se em criar uma nova pele com a qual ele poderia tê-la salvo. Depois de 12 anos, ele consegue criar uma pele que é um verdadeiro escudo contra qualquer forma de agressão.
Além de anos de estudo e experimentação, Robert precisava de mais três coisas: nenhum escrúpulo, um cúmplice e uma cobaia humana. A falta de escrúpulos nunca foi um problema. Marília, a mulher que cuidou dele desde que nasceu, é sua mais fiel cúmplice. Mas a cobaia humana...


5 comentários:

  1. Puxa, deve ser forte!! beijos,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  2. estive com ele em mãos neste final de semana mas mudei de idéia...vou colocar na lista para uma próxima vez eu assití-lo, afinal você me deixou curiosa.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Não lembro de ter lido esse, mas, é Almodóvar e Penelope Cruz, deve ser perfeito :)

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito!!!!!!!!!!!!!!!!Adoro esses filmes diferentes srrss

    ResponderExcluir
  5. Nossa, não vi, acho que vou gostar.
    Vai para minha lista.
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: