domingo, 11 de julho de 2010

livros da Pam Houston

Estava olhando a minha prateleira mais próxima, à procura de algo leve para a leitura noturna. Aquele obrigatório livro-antes-de-dormir.
Esses 2 livros da Pam Houston eu ganhei de aniversário há um tempo atrás e são ótimos.

* Sim, eu faço listas de presentes, tipo listas de noivas, um mês antes do aniversário. Nunca falha! Desde que as pessoas se atenham à lista!!!

Não achei mais nada dessa autora. São bem interessantes, recomendo mesmo.

Sinopses, pela Saraiva.


Meu Fraco são Cowboys:

Toureiros intrépidos, sheiks árabes, cowboys solitários. Muitos são os estereótipos masculinos que habitam a mente das mulheres. Da fantasia à realidade, algumas sucumbem à tentação e se envolvem com os mais diferentes tipos. Para agradá-los, elas não hesitam em enfrentar os piores perigos, como descer corredeiras, caçar no Alasca ou enfrentar ursos. Mesmo odiando o que foram obrigadas a fazer, algumas se desculpam, convencidas de que esses eram os únicos homens realmente interessantes. É a história desse tipo de relacionamento que a americana Pam Houston explora em Meu fraco são Cowboys. Pam conta, sob a ótica feminina, histórias de casais e de amores iniciados em situações de aventura e grande impacto emocional, e que não acabam bem. A autora aborda a incompatibilidade entre os sexos e traça uma geografia da alma masculina. Para conseguir isso, Pam passou mais de cem noites por ano ao ar livre, trabalhando como guia de canoagem e caçadas, explorando o mundo másculo das aventuras. Neste livro Pam Houston usa sua fascinação pela vida selvagem para explorar a luta contra a natureza, recorrente na obra de escritores homens. Pioneira na trilha de Hemingway e Jack London, ela inova lançando o olhar feminino sobre o tema.

Valsando com a Gata:

Inteligente, enérgica e sexy, Lucy ganha vida por meio do texto ágil e divertido de Pam Houston em "Valsando com a Gata". Neste novo livro que reúne onze contos protagonizados pela fotógrafa Lucy, Pam Houston retorna ao seu tema preferido, os relacionamentos. Nossa heroína é uma bem-sucedida fotógrafa de revistas de aventura que aos trinta e poucos anos, apesar do sucesso, não é feliz no amor. Envolve-se com homens egoístas e distantes e parece estar sempre trocando um relacionamento fracassado por outro. Convencida, entretanto, que "qualquer um" é melhor que "ninguém", Lucy se envolve com um nada selecionado casting de espécimes do sexo masculino, sempre prontos para magoá-la ou desapontá-la.A fotógrafa embarca com suas frustrações para as águas do Grand Canyon - onde sofre um acidente em um rafting -, aventura-se na Amazônia - onde enfrenta um ataque de jacarés - e passa por um furacão no Gulf Stream. Pulando de uma emoção para outra, as aventuras radicais nas quais a fotógrafa se envolve são, na verdade, um passo em direção ao equilíbrio interno e ao controle sobre sua vida amorosa frustrada. Contudo, um surpreendente encontro com Carlos Castaneda a convence de que ela não está aproveitando a vida corretamente, o que a faz retornar a seu rancho nas Montanhas Rochosas, analisar a realidade e tomar as decisões corretas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: