segunda-feira, 29 de novembro de 2010

amizade x presentes

Dias que precedem o natal, hora de decorar a casa, de procurar bons presentes. Provavelmente (não assisto televisão) já começou o marketing para o natal. Comércio, comércio, comércio, eu sei, esse texto já está batido.  Ou não. 


Sempre fico abismada com a correria para as compras: para o natal, para o dia das mães, dos pais, dos namorados, da páscoa (esqueci algum?). 
Eu faço a minha lista de compras de natal em outubro, geralmente. Por quê?
É que nesse mês eu já comprei alguns presentes e corro o risco de comprar dobrado.
Eu vejo algo legal, que combina com aquela pessoa, compro, embalo e guardo. Depois esqueço.
Ao fazer a lista em outubro, eu relembro o que comprei e lembro de quem está faltando. E posso pensar calmamente num presente legal. 


Às vezes um presente legal não é caro: é algo que estamos precisando, é barato, mas vamos adiando a compra. Às vezes, um presente legal pode ser feito em casa. 
(Acabei de incluir na minha lista de desejos meias soquetes.)
Também gosto de montar kits de beleza. Durante o ano, para não pesar no orçamento, vou comprando xampu, sabonetes, condicionador, desodorante, brilho labial ou gloss, hidratante, esmalte, algodão, filtro solar... incluo até absorventes. Reúno tudo, coloco numa sacola bonita, cesta ou caixa e pronto: um presente útil que vai durar algum tempo.
Há tambem o kit fofo que montei para a minha amiga Luciana, no último aniversário: bloquinho, latinha para canetas, nécéssaire, canetinhas coloridas, adesivos,... quase tudo da Jolie. Embalei todos os itens individualmente e enviei pelo correio. Abrir diversos pacotinhos, para nós, é uma festa!
Como nós costumamos dizer, é sempre natal!


Mas já me aconteceu algo diferente. (Não) procurei um presente de aniversário para uma pessoa, por isso não achei. Explico: eu não procuro presentes. Eu penso em algo, uma ideia, e espero que o item ideal apareça na minha frente, quando eu estiver num shopping, ou visitando alguma loja. Bom, nesse caso, eu não localizei o presente em tempo para o aniversário. O que você faria no meu lugar?
Eu disse: "Feliz aniversário. Seu presente vem depois, pois ainda não encontrei exatamente o que quero".
Resumindo: eu não compro qualquer coisa, não é qualquer coisa que serve. Sempre penso: "eu gostaria de ganhar isso?". Um presente deve ser especial. 


Você nunca vai me encontrar procurando desesperadamente um presente na véspera do natal. Aliás, eu não faço compras nessa data, por respeito às pessoas que estão trabalhando e que, provavelmente, gostariam de estar em casa, com sua família. E por respeito a minha família: esse é um dia de confraternização, certo? Ou essa é só uma frase bonita que a gente lê em cartões de natal?


Onde está escrito que somos obrigados a dar presentes de natal? Eu gosto de dar presentes, não vejo isso como obrigação. E se não quero, se não estou com vontade, não dou mesmo. 


Como eu cheguei nesse asssunto?
Ah, sim. Li um texto do Eduardo Lara Resende sobre amizade.
E eu pretendia fazer um texto sobre amizade, que se perdeu no espírito natalino. 


O texto do Eduardo é excelente, não deixem de ler. O que me assombrou foram os comentários.
Deu-me vontade de ser amigo de todo mundo. Como se isso dependesse da pura vontade. 


Eu não sou uma pessoa positiva que pensa que tudo é cor-de-rosa. 
No mundo há coisas más, vãs, inúteis, trágicas. 
Mas também há coisas boas, lindas, que têm seu propósito.
Há desilusão, infortúnio, tragédia, maldade, pobreza de espírito, ganância, avareza... 
Tudo isso acontece para todos. Todos têm um dia ruim. 


A menos que você seja auto suficiente (ninguém é, certo?) você vai precisar de alguém nesse dia, em algum momento, para desabafar. Ou para ficar ao seu lado. 


Um amigo não vai consertar o seu dia, a sua vida, levar tudo o que é ruim embora. Ele provavelmente vai querer isso, mas querer não é poder. Às vezes, o máximo que podemos fazer é ouvir. Eu sei, pois muitas vezes eu quero ajudar, mas não está ao meu alcance. As ideias mais malucas passam pela minha cabeça, mas nada que possa realmente ajudar. 


Um amigo não vai ficar perto de você a vida toda. Minhas duas melhores amigas moram bem distante de mim. Faço das tripas coração para programar  visitas, encontros, por mais rápido que sejam. E nos falamos por email, ou por mensagens de telefone, sempre. Não é repasse de mensagens, pois isso não aceito: a mensagem - seja email, cartinha, SMS, deve ser pessoal. 


Tudo bem? Você está melhor? O que conta de novo? O que você anda fazendo?


Eu realmente quero saber. Adoro emails longos, como cartas longas que escrevíamos antigamente, cheias de detalhes. Tá, alguns de vocês não são do tempo das cartas, mas já ouviram falar. Enfim, é essa troca - de experiências, de ideias, de banalidades -  que mantém a amizade viva.


Amigo não se encontra em qualquer esquina. Temos conhecidos, colegas, mas e amigos? 
E mais importante: ainda sabemos ser amigos?


O significado de amizade no dicionário informal:


Fruto do hábito e da vontade, a amizade, segundo Aristóteles -- que a eleva à categoria de virtude -- é uma disposição permanente que decorre de uma escolha livre e recíproca. Além disso, o outro é amado por ele próprio e não por um cálculo mais ou menos egoísta: Aristóteles desqualifica as amizades estabelecidas com base na utilidade ou simples prazer.
Esta concepção muito forte da amizade encontra-se em Montaigne: «Na verdadeira amizade, diz ele, dou-me ao meu amigo mais do que dele quero para mim.» Sob esta forma, a amizade é considerada desde a Antiguidade como a própria expressão da felicidade.


Aguardo seus comentários!

2 comentários:

  1. Oi Patty! Achei muito bom o seu post de hoje,Principalmente o da amizade.Vejo quem é amigo realmente, nas horas difíceis e olha que já tive muitas em minha vida.Beijos,Sandraveia

    ResponderExcluir
  2. Concordo!!! Como amiga de longa data da Patty posso dizer que ela é tudo isto que este post deixa transparecer. Je te adore!!!! Bisou, Lu

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: