sexta-feira, 17 de junho de 2011

Passadinha rápida na Saraiva... E um pouco de leitura

Fui no Shopping hoje almoçar com a Luciana, que algumas de vocês devem conhecer. Ela voltou para a capital, finalmente, Aleluia, então vamos nos ver com mais frequência. Sim, para a capital daqui do nosso Estado e não para Floripa:) Ufa! 


Bom, como eu ia dizendo, sincronizamos os reloginhos e conseguimos descolar um almoço, mas infelizmente o papo estava tããão bom que não nos lembramos de tirar nem uma fotinho (dãnnnn). Como sobremesa, demos uma passadinha na Saraiva - depois de eu jurar, claro, que tinha preparado uma listinha em casa, para não passar vexame.


Gente, é ba-ta-ta: eu entro em livraria, pronto, não lembro mais nem o meu nome! Quem sou? O que estou fazendo aqui? AHN? Tudo isso são livros? Qual escolher? Preciso mesmo escolher? Não posso levar todos? Ah não é? Posso morar aqui então???


Quase surtei quando vi um livro com a capa cheia de glitter. Controlei-me para não sair aos gritinhos dentro da loja (como a Luciana não me chamou  a atenção, espero ter me controlado). É claro que esse não estava na lista, mas veio para casa! Pena que na foto o glitter e as estrelinhas em alto relevo não aparecem:


Acho que vou ter que fotografar durante o dia e mostrar para vocês. 
Também comprei o 3º volume da série Pretty Little Liars, que se chama  Perfeitas. Esse era da listinha! Pedi para uma vendedora bem... hum, deixa para lá. Digamos que ela não entende nada de livros. Eu mostrei para ela na tela - é esse! E ela: "esse é infantil" e eu respondi: "não. É para young adults". Ora bolas. Vai me vender o livro ou não? Acabou me trazendo o Perfeitos. Isso que tinha a fotinho da capa na telinha!!! Eu já estava fazendo mímica e dizendo que tinha uma boneca na capa, tipo a Susi tipo a Barbie, mas nesse meio tempo uma outra vendedora mais esperta se atravessou decerto não aguentou tanta burrice e sabia onde estava o livro certo.




O livro seguinte não estava na minha lista física, mas estava na minha lista de desejos; e na loja ele estava bem do meu lado, então não resisti:) Ninguém é de ferro, né? 
Eu resisti a uns 20 ou 30 livros, todos com capas lindíssimas, cheirando a novo e cheios de histórias interessantes por dentro, tenho certeza. Se eu estivesse frequentando os bibliófolos anônimos, já teria uma história de sucesso para contar!




O que não tinha na Saraiva: Estrela do Mal, que é o segundo volume de O Poder dos Cinco; e Sugar Blues, um livro que comecei a ler num consultório médico (eu não tenho livros suficientes em casa) e achei interessante, é sobre o vício em açúcar e, evidentemente, dá uma vontade danada de comer doce. Mas como o doce me enjoa, vou ler tudo de uma vez só e esperar que cause esse efeito em mim! Ou então faço uma porção daquele pudim Royal diet, conhecem? Aquilo é doce até demais, argh!


Eu não sou viciada em açúcar, mas vou ler o livro porque sou viciada em livros, alguém pegou a lógica disso? 


O bom de tudo isso é que eu tinha um bônus de R$40,00, ou seja, um livro veio de graça! Oba!


No final da tarde (não, eu não passei o dia no shopping, eu trabalho, tá?) eu comprei umas bijoux (depois eu mostro) e descobri que a vendedora é quase vizinha. Não é um mundo pequeno?




Atualmente estou lendo O DOADOR, de Lois Lowry, mais um livro para Young Adults. Esse veio numa troca e eu estou gostando muito. É um livro futurista sobre uma sociedade isolada. Eles não sabem que existe um mundo do lado de fora, eles não sabem que existe um passado. Todas as crianças nasceram, para todos os efeitos, no mesmo dia, quando foram distribuídas às famílias. Ninguém conhece seus pais biológicos. Adoro livros desse tipo. Separei um trecho para vocês:


(...) dissera, pouco antes da refeição do meio-dia na escola: "Estou morrendo de fome."
Imediatamente fora chamado a um canto para uma breve aula particular de precisão da fala. Ele não estava morrendo de fome, explicaram-lhe. Ele estava com fome. Ninguém na comunidade morria de fome, nunca estava morrendo de fome, jamais morreria de fome. Dizer "morrer de fome" era falar uma mentira. Mentira involuntária, claro. Mas a razão da exigência de precisão de linguagem era garantir que mentiras involuntárias jamais fossem ditas. (...)
Nunca na vida, que se lembrasse, tivera a intenção de mentir. Asher não mentia. Lily não mentia. Seus pais não mentiam. Ninguém mentia. A não ser que...
E naquele momento veio à cabeça de Jonas um pensamento que jamais lhe ocorrera antes. Esse pensamento novo era assustador. E se os outros - os adultos -, ao se tornares Dozes, recebessem nas instruções deles a mesma frase apavorante? E se todos tivessem recebido a instrução Você pode mentir?
Sua mente girou. Agora, autorizado a fazer perguntas da maior descortesia - e receber respostas -, ele poderia, supostamente (embora fosse algo quase inimaginável), perguntar a alguém, a algum adulto, seu pai, talvez: "Você mente?"
Mas não teria como saber se a resposta seria verdade.


E para quem me diz que não tem tempo para ler, ou está destinando o tempo para outras coisas, ou anda desanimada para voltar a ler: (re)comecem com esses livros para jovens leitores, eles são muito bons, vale a pena! 
Acredito que é melhor ler qualquer coisa, até gibi, do que não ler nada. 
A viciada aqui comprou gibis ontem, mas isso é outra história!


Amanhã eu posto fotos da reforma ou das bijoux?
O que vocês querem ver primeiro?


3 comentários:

  1. Oi,Paty!
    Eu não podia deixar de dizer que também sou "viciada" em livros(Rs...)...E se eu pudesse, também passaria uns dias dentro de uma boa livraria(Rs...)...Adoooro! O dia em que eu não leio nada me dá um vazio interior e uma sensação de tempo perdido...E sabe que o meu filho mais velho já está indo pelo mesmo caminho? Tá certo que às vezes eu exagero,mas a verdade é que também sou bem parecida contigo neste assunto... Adoro ler! A leitura é sempre uma grande aventura para a nossa mente... Ela liberta a nossa emoção e as nossas idéias, e nos faz viajar por lugares inimagináveis!
    Muitas pessoas tambem me dizem que não têm tempo pra ler... Ah, gente, eu também não tenho tido muito tempo não...Mas quando a gente quer,sempre se acha uma brechinha no tempo...Ler umas páginas antes de dormir,por exemplo, é uma delícia para o nosso espírito!
    Estou lendo agora um livro sobre a estória da descoberta do ouro no Brasil colonial...Parece chato? Mas não é não... A nossa história é mais interessante do que muita novela por aí! (Rs...) O nome do livro é "Boa Ventura" de Lucas Figueiredo...Recomendo!
    Beijinho!
    Teresa

    ResponderExcluir
  2. Patty, eu sou descontrolada, por vezes entro em uma livraria e começo a ler um ou dois livros e quando vejo já passou 1 ou2h eu lá dentro, isso sem contar que o minimo que já comprei foram 3 livros, sem estar procurando nenhum em especial. Sofro horrores quando eles me mandam news com as promoções....lá vou eu gastar de novo...não entendo como eles dizem que não aumentou a quantidade de leitores, pois eu pelo menos tenho investido bem mais em livros nos últimos 5 anos....motivo morando em cidades menores precisava comprar mais visto que nas bibliotecas tinham menor acervo do que o meu....kkk
    Já tenho engatilhado da última compra 7 livros além dos dois que estou lendo.
    Depois que vc ler conta o que acho para eu ver se coloco na lista dos desejos.
    Tenha um ótimo final de semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. vergonhasamente confesso que ja fui viciada em livros, mas isso foi ha tanto tempo que so consigo me lembrar de 3 nomes, e isso porque eu ja os li trecentas vezes e os guardei na estante e nao no latao dos reciclados: as brumas de avalon, o pequeno principe e coracao de vidro....estou naquela turma "que não tem tempo para ler, ou está destinando o tempo para outras coisas, ou anda desanimada para voltar a ler"....

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: