terça-feira, 25 de junho de 2013

Dia 04 - de Interlaken a Lecco

Na frente do hotel, em Interlaken, havia uma farmácia, e nela comprei uma bengala para a Mama. Agora ela pode caminhar bem melhor. A bengala é linda, toda florida em tons de azul, quase comprei uma para mim também. 

trono celta
Nossa primeira parada foi em Giesbach, para visitar as cataratas. Caminhamos uma hora dentro do bosque, mas valeu a pena. Choveu um pouco, mas nada que atrapalhasse o passeio. E quando chegamos no hotel próximo às cataratas, abriu sol e vimos um arco-íris. É sinal de sorte, né? Pode ser que a minha mala apareça. O arco-íris ficou bem em cima do lago, muito lindo. 


a diária do hotel é de 500 francos


Nós passamos por trás das cataratas, é bem legal. Pena que deu um banho em todo mundo.




Esse foi um dia de trilhas ecológicas. O passeio seguinte foi pela garganta de Aareslucht. Segundo a lenda, a garganta foi aberta pelo sopro de um dragão. Segundo a ciência, foi aberta pela força da erosão. A caminhada é de 2,5km e leva mais uma hora. Quem precisa de SPA?




No final da trilha, há muitas escadas. Não sei quantos litros de água eu tomei nesse dia. 

A seguir, mais água: fomos para as cataratas de Reinchenbach. Se vocês não sabem do que estou falando, leiam "The Adventure of the Final Problem"; foi lá que Sherlock Holmes e o Professor Moriarty brigaram até a morte. É claro, depois de dois anos o público veio a descobrir que o Holmes não tinha morrido de verdade.

Em Meiringen (cidade onde foi inventado o merengue - o doce, não o ritmo), há um museu e uma estátua dedicados a Sherlock Holmes. 



Subimos a montanha de funicular- ele é original do século XVIII. 
Eu reli o  conto e o Sherlock subiu a pé, pela trilha do lado contrário. A estrela pintada na pedra marca o local da briga.


Estão vendo a estrela?


Almoçamos em Meiringen, num restaurante self-service. À tarde, subimos os alpes. Eu dormi no ônibus e quando acordei, estava lá em cima. Pena que choveu, assim as fotos não ficaram bem nítidas.


Agora já posso treinar meu italiano: estamos em Lugano, capital da Suíça italiana. E oba!, tem sorvete! 





Deveríamos pernoitar em Lugano, mas não havia vaga nos hoteis da cidade. Assim, fomos parar na Itália, em Lecco. O hotel é da mesma rede NH e resolvemos jantar lá mesmo: um jantar de dois pratos com prosecco. Nenhuma notícia da mala. 

10 comentários:

  1. Oi Patty, tudo bom?

    Vc. e a mala, a saga continua rsrsrs
    Mas apesar de tudo vc. está aproveitando a viagem, que parece maravilhosa!


    Uma ótima semana p/ vcs.


    Bjs.


    Audeni

    ResponderExcluir
  2. Querida, sei que não dá pra esquecer a mala, mas essa viagem está deliciosa. Tô junto!
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty,

    Que viagem incrível!!!
    Tudo muito, muito lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. que lugares lindos! caminhar uma hora dentro do bosque...tudo bem!....caminhar naquelas passarelas/pontes/precipicios ao lado de tanta agua.....de jeito nenhum! me da panico so de olhar!

    ResponderExcluir
  5. Ah Patty, os lugares são maravilhosos, estou encantada com as fotos. Que bom que vcs estão aproveitando. Tenho certeza que encontrará sua mala.
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir
  6. E não dá pra desligar da mala, não é? Eu sempre ficava na expectativa de voltar ao hotel à noite e decobrir que ela tinha sido devolvida. O que não aconteceu, porque quando acharam a bendita ela esta indo de Roma para Paris e eu, de Paris para Roma. Pedi peoloamordedeus para a moça da AirFrance não mexer na mala e deixá-la onde estava.

    Depois, em Roma, pedi ajuda da agência de turismo local para me levar até o Aeroporto Fiumicino e eles me disseram: não fomos nós que perdemos a mala, o problema é seu. Me senti super bem de ter contratado uma agência para ter todo esse respaldo em casos, digamos, de malas perdidas e outros imprevistos.

    Peguei o trem e fui, em um dia que chovia demais e nossos passeios ficariam meio comprometidos, mesmo. Voltei com a mala e, no Brasil, apresentei uma conta estratosférica - e que foi reembolsada, pasme - com TODOS os gastos que isso tinha me causado (a-há, aposto que me dar carona até o aeroporto de repente não pareceu tão ruim!).

    Vc está sendo atendida pela Star Alliance?

    ResponderExcluir
  7. Ah, esse esclarecimento que o merengue em questão é o doce, não a música, me deixou gargalhando por muito tempo aqui.

    ResponderExcluir
  8. Esse é o momento de exercitar o desapego...para que mala??? Afinal o passeio é maravilhoso estou adorando viajar com vocÊs

    Muita Luz e Paz
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Não acredito que essa mala continua sumida até aqui! Eu via a estrela e amei o reconhecimento da literatura! Ah...sempre prefiro a lenda do que a ciência, muito mais emocionante!

    ResponderExcluir
  10. Espero que a mala tenha aparecido...
    Que fotos, amiga!!!Estou adorando a viagem tbm, beijinhoss.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: