quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Como economizar água e energia elétrica.

Hoje as dicas são ecológicas!
Retiradas do site Mananciais.org.br

Apague o monitor do computador se for ficar um tempo afastado da máquina. O monitor responde por 70% da energia de um computador. Você pode configurar seu computador para desligar o monitor caso casa fique algum tempo sem utilização.

Eu faço isso sempre! No Windows, clique em Iniciar – Painel de Controle – Vídeo. Na janela que se abrir, clique na aba “proteção de tela” e a seguir clique em “energia”. No item “Quando o computador estiver”... você vai ter duas opções: conectado ou usando bateria. Nos dois casos, escolha “desligar o monitor” em tantos minutos; você escolhe o que for mais conveniente. O meu desliga após 3 minutos. Depois, é só clicar Aplicar. Essa regra vale para computadores e notebooks.
A prática faz parte do Manual de Etiqueta Sustentável da editora Abril:
O screen saver cheio de efeitos especiais do computador não é a melhor maneira de economizar energia. O monitor ligado, mesmo com aquele descanso de tela bacana, é responsável por até 80% do consumo do computador. Mais eficiente é configurar a máquina para o modo de economia de energia. Assim, ele vai desligar automaticamente toda vez que você se ausentar.
Por falar em desligar, nada de stand by: o correto é desligar todos os aparelhos da tomada, inclusive a TV e o microondas:
• Os aparelhos que ficam dia e noite em modo stand by são mais uma nova invenção em nome do conforto. Só esqueceram de dizer que isso consome energia sem necessidade. Puxar a tomada de todos eles quando não estiverem em uso faz o valor da conta de luz cair bastante.
• Muita gente usa o forno de microondas como relógio de cozinha, porque deixa o aparelho ligado dia e noite, mesmo sem uso. Esse pequeno descuido também contribui significativamente para o aumento do consumo de eletricidade.
• Economizar energia com eletro-eletrônicos é fácil. Basta instalar réguas de tomadas com botão liga/desliga em todos eles. Além de evitar que fiquem em stand by, as réguas protegem os aparelhos de curto-circuitos, pois são equipadas com fusíveis de segurança.

Veja mais dicas no Planeta Sustentável, uma campanha bem legal da Editora Abril.

Procure usar pilhas recarregáveis, pois geram menos resíduos que as pilhas descartáveis. Ao usar a bateria do celular, siga as recomendações do fabricante e aumente a vida útil do equipamento. Desta maneira, evitamos a fabricação de mais pilhas e baterias e geramos menos resíduos.

Eu só uso pilhas recarregáveis. Neste verão, estou aproveitando o camelódromo de Torres para me abastecer: já comprei umas 15 pilhas. Elas podem ser recarregadas até mil vezes, por isso, são muito mais em conta do que as pilhas descartáveis. Há boas ofertas também no Mercado Livre e no Submarino.
Procure utilizar lâmpadas fluorescentes ao invés das incandescentes. As fluorescentes consomem até 80% menos energia e têm mesmo potencial de iluminação. Inclusive há no mercado lâmpadas fluorescentes amarelas, que imitam a coloração mais agradável das incandescentes.

Há vários modelos de lâmpadas fluorescentes no mercado. Elas duram mais do que as incandescentes, iluminam mais e economizam energia elétrica. Ou seja, você acaba gastando menos no fim do mês!

Sobre elas, o site EFICIÊNCIA ENERGÉTICA diz o seguinte:
Lâmpada Fluorescente Compacta Integrada :
É uma lâmpada fluorescente miniaturizada que se destina a substituir as vulgares lâmpadas incandescentes. Relativamente àquelas, a sua duração varia em média oito vezes mais e convertem cerca de 25 % da energia que consomem em luz visível.
Aquecem muito menos e possuem maior tempo de vida útil, entre as cinco mil e as quinze mil horas. São uma alternativa de maior eficiência e economia, na iluminação interior, substituindo a vulgar lâmpada de incandescência.

Para mais detalhes, clique aqui.
Lembrando sempre:
Utilize lâmpadas econômicas ou apague as lâmpadas que estão em cômodos vazios. Economizar energia elétrica é uma maneira de economizar água.

Ainda sobre as lâmpadas fluorescentes, encontrei uma análise do INMETRO. Clique aqui se tiver interesse.
Continuando com as dicas do site Mananciais:
* Reutilizar a água é outra atitude inteligente. A água do último enxágüe da máquina de lavar pode ser usada para a limpeza doméstica, para regar plantas e até para dar descarga nos banheiros.
* Evite usar a privada como lixeira ou cinzeiro. Uma válvula de descarga comum regulada utiliza em média 15 litros por acionamento. Já há no mercado modelos de privadas com caixa acoplada que consomem apenas 6 litros por acionamento.
* Durante a lavagem da louça, a melhor forma de economizar água é limpar os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e só então abrir a torneira para molhá-los. Depois de ensaboar tudo, abrir novamente a torneira para novo enxágüe.
* Se no condomínio há uma piscina de tamanho médio exposta ao sol e à ação do vento, perde-se aproximadamente 3.785 litros de água por mês por causa da evaporação. Com uma cobertura (encerado, material plástico), a perda é reduzida em 90%.
* Em um condomínio é possível coletar água de chuva para lavar uma área ou regar as plantas. Mas atenção: nas cidades, é sempre bom desprezar a água do início da chuva, pois ela vem com fuligem e outras impurezas que estão no ar.

Há várias dicas de como economizar água no dia a dia no forum do site akatu.
Algumas delas: cozinhar o arroz na mesma água em que foram cozidas as batatas; usar água do enxágüe da máquina de lavar roupa para lavar a calçada; regar plantas com a água que foi utilizada para lavar frutas; recolher água da chuva para encher a piscina; e essa aqui eu nunca tinha visto:
Coloco um balde embaixo do ar condicionado, a água que sai do ar utilizo para regar as plantas.

Comecei esse post pesquisando dicas de como reaproveitar a água da lavadora de roupas. Pois bem, achei o que eu queria, e ainda encontrei dicas de como escolher o modelo mais econômico/eficiente/ecológico de lavadora, no site How Stuff Works:
Características da lavadora ideal
- Controle variável de temperatura – permite o uso de água fria.
- Sensor de carga ou outro recurso para carga reduzida – reduz o consumo de água.
- Variedade de ciclos de lavagem para diferentes tecidos – preserva as roupas.
- Alta velocidade de rotação (máquinas de abertura frontal) – reduz o tempo de secagem e energia, caso você use uma secadora.
- Modo de economia de água – recicla a água do enxágüe final.
- Recursos anti-rugas, como ciclos permanentes de pressão ou funções de agito ou de prolongamento do enxágüe e da centrifugação, que reduzem a necessidade de se passar as roupas.

Muito interessante: qual a diferença entre a abertura frontal e a abertura superior? A máquina com abertura frontal gasta menos água, menos energia elétrica e menos sabão!
• As lavadoras com abertura superior geralmente lavam mais rápido. No entanto, adquirir uma máquina de abertura frontal pode garantir uma economia a longo prazo, além de ser a melhor opção para o meio ambiente.
• As lavadoras de abertura frontal costumam usar menos água – um modelo eficiente pode consumir 100 litros a menos por lavagem se comparada a uma máquina ineficiente de abertura superior. As de abertura frontal também consomem 40% menos energia e metade do sabão. E lavam mais delicadamente, fazendo com que suas roupas durem mais!

Veja mais detalhes no site How Stuff Works.


O próximo post será sobre orquídeas ou borboletas... ou outra coisa qualquer!

2 comentários:

  1. Puxa, esta da máquina de lavar eu nem sabia... Vou observar o quesito "abertura frontal" na próxima compra! Bjos e bom findi, Lu

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo Blog.
    Foi feito com muito carinho e dedicação.

    http://tecnicoemhospedagem.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: