quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

SÓCRATES E AS TRÊS PENEIRAS

Um rapaz procurou Sócrates e disse que precisava lhe contar algo. Sócrates ergueu os olhos da sua leitura e perguntou:
- O que vais me contar já passou pelas três peneiras?
- Três peneiras?
- Sim! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer por aí mesmo. Suponhamos, então que seja verdade. Deve então passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que vais contar é coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho ou a fama do próximo?
Se o que você contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?
Se passar pelas três peneiras, conte! Tanto eu, você e seu irmão nos beneficiaremos. Caso contrario, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar discórdia entre teus companheiros deste planeta.
Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.

Copiei de um folheto antigo que eu havia recortado e guardado em uma agenda. Depois de algumas coisas que ocorreram no final de semana, achei o texto bem apropriado! 

A minha peneira particular é: "o que eu tenho a ver com isso?". Funciona, de um modo estranho.

Um comentário:

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: