sábado, 23 de julho de 2011

Correspondência no século XXI + comprinhas, claro...

Eu lembro da correspondência durante a adolescência. Eram toneladas de cartas. O carteiro me via e ficava contente, pois ele despejava todo o conteúdo da sacola lá em casa. E ainda ganhava uma água geladinha. Primeiro eu escrevia à mão, depois comecei a datilografar. Enfim, ganhei meu primeiro PC.Pena que não existia internet. Mesmo assim, eu mantinha correspondência com gente do mundo todo (quase, eu continuo exagerada). E com a faculdade, as cartinhas caíram fora da minha vida. Tudo retornou com o blog. De um modo que eu jamais esperava. O que eu poderia esperar seria: eu escrevo no blog, você comenta, eu comento no seu blog e pronto, tudo impessoal, afinal, internet é muito perigosa, é o que todos dizem, é bom não confiar em ninguém.... Eu jamais esperaria fazer amizades como as de antigamente. Não, não como as de antigamente. De mais qualidade. A ponto de me perguntarem se estou bem quando passo um dia sem postar nada. Eu pensei que ia ficar esquecida por não ter feito visitas, mas foi a semana em que mais recebi recados, não só no blog, mas principalmente por email. O blog se tornou aquilo que era para ser: um local para postar fotos e comentar assuntos gerais. As amizades, os assuntos particulares, estão sendo tratados por email. Juro que não esperava tanto. E espero que vocês estejam tão contentes quanto eu, que os seus blogs lhes tragam tanto contentamento!


Aliás, eu toquei nesse assunto apenas para dizer que eu prefiro responder os comments por email, pois é mais rápido e pessoal. E também porque às vezes eu não consigo tempo para entrar nos blogs, então posso responder pelo email. Você não precisa deixar o seu email aqui, basta enviar o email para mim: pathell@gmail.com e eu lhe cadastro. Mas cuidado. Se você me der espaço, eu sou daquelas que começa a conversar e não para mais!


Agradeço as visitas e mensagens carinhosas. Dormi na sexta o dia todo, salvo umas horinhas em que teimei em fazer um post e tentar ler um livro, pois achei que ninguém poderia dormir tanto assim, vejam só. Dormi em cima do livro, com o livro em cima do notebook. Hoje estou tentando visitar todo mundo, mas já vi que não vou conseguir. Amanhã é outro dia. 


Comprinhas: Fui às compras em Taquara. Apesar de morar aqui há uns 5 anos, ainda não conheço bem o centro da cidade. Só sei o básico: a loja de cosméticos, o supermercado, o mini-shopping, a rodoviária. Pois eu vi uma tiara lin-da na cabeça de uma colega. Peguei a dica e fui lá no sábado de manhã (sábado passado) e fiz um rancho. Amei a loja. Tem de tudo, decoração, bolsas, louças, bijoux, roupas. E o melhor é que dá para mexer nos produtos à vontade, a vendedora não fica em cima, cheia de chaves, controlando, sabem como é? 
- Moça, eu queria aquele grampinho ali... 
- Pode pegar.
- Posso mexer no balcão?
- Pode ficar à vontade!
- Não vai chamar a polícia, não? Não fica chaveado? Ninguém vai me bater? Não vai disparar o alarme?


As meninas da capital sabem do que estou falando!


Não se assustem com o tamanho dos grampinhos, meu cabelo é fininho mesmo, eu geralmente vou na sessão infantil.






Falando nisso, fui no shopping center na segunda-feira, em Porto Alegre, como já contei para vocês e, como não poderia deixar de ser, fui ver as novidades em presilhas para cabelo. Cheguei e fui olhar a parte infantil, sem me dar conta, pois preciso de presilhas pequenas, como já comentei acima. A vendedora já veio com tudo para cima:
- Essa aqui é a seção infantil, a adulta é do lado de lá!
Bom, darling, tchau, tchau!
Depois de uns 4 dias eu me dei conta: e como ela sabia para quem eu estava fazendo compras? E se eu estivesse comprando para as minhas 05 sobrinhas? E se eu quisesse ir numa festa à fantasia vestida de Xuxa? E se eu quisesse usar presilhas infantis, o que ela teria com isso? Ela por acaso eescolhe o que o consumidor deve usar?
Não saí de lá em silêncio, não. Eu disse: 
- É dessa seção aqui que eu mais gosto. E olhei meio que com nojo para a seção adulta, comentando com a minha irmã que não havia nada de especial, era sempre a mesma coisa. No que eu não estava mentindo, essas lojinhas precisam de uma reciclagem.

Depois eu mostro o restante das minhas compras, não consegui fotografar tudo ainda!

7 comentários:

  1. deu tilti aqui....sera que meu comentario anterior foi?? vou esperar um pouco e digito de novo

    ResponderExcluir
  2. xiiiiiii, num foi.....eu disse que sempre dou risadas com seus textos (é um elogio!) rsrs...

    ResponderExcluir
  3. Oi,Paty!
    Querida amiga,fiquei contente em receber a tua visita! Ontem fui dormir até preocupada contigo, devido aquela virose. Que bom que tudo já está melhor...Mas não deixe de se alimentar e de se hidratar,hein? Assim, você vai ficar totalmente recuperada bem rapidinho!
    Amei as presilhas que você nos mostrou... Muito lindas mesmo! Sei que você vai até rir,mas sabe que eu também tenho vários objetos de uso pessoal meu, que também foram comprados na "seção infantil"? (Rs...) Tenho umas presilhas de cabelo em forma de borboletas que são uma gracinha... Quando eu as coloco, as minhas sobrinhas adoram! (Rs...) E tenho até sapatos também... (Rs...) Pois é,minha amiga...Eu também não ligo pra essas convenções humanas não, o principal é a gente se sentir feliz!
    Vou passar lá no teu "Pássaros e Flores"pra dar uma olhada nos teus novos "líquens"...Já estou curiosa...(Rs...)A "elfa carioca" daqui adora esses seres maravilhosos da natureza!
    Beijinhos pra ti!
    Teresa

    ResponderExcluir
  4. Oi Patty! Cidade pequena é tudo de bom, quanto ao fazer compras. Eu sei muito bem como é na cidades grandes até nas lojas de 1,99 a gente não fica a vontade.Eu adoro fazer compras na minha cidade natal, pois lá é como você disse, da para olhar, mexer e ficar a vontade, e a loja ainda lucra, pois aí a gente leva muito mais do que queria.Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  5. Fofurinhas esses grampinhos e presilhinhas :)
    Patty, tbm estou tão feliz!!!Meu blog só me trouxe alegria, nem tem tanta gente seguindo,mas os que seguem são pessoas muito queridas :)
    Pessoas que deixam os meus dias mais especiais!Vc é uma delas♥

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty,
    eu também não imaginava que o blog fosse me trazer tantas alegrias e uma delas é você garota...hehe!
    Firmamos amizades com pessoas virtuais e parece que conhecemos pessoalmente...é muito legal!Eu que nem pensava em ter um blog,mais agora também não abandono por nada...eu adoro!E vamos as suas comprinhas,lindas as presilhas,mais eu tenho muito cabelo e ainda por cima crespo....sabe aquele tipo,cabelo bandido...se não tá preso,tá armado...é este o meu belinho...kkk!Adoro badulaques infantis...peninha que minha filha cresceu,adorava comprar este tipo de coisinhas para ela...mais faz parte né!Amiga,viu que tb sou do tipo que começa e não para mais de falar...imagino nós duas juntas...kkkkkkkk!
    Beijos e até amanhã,
    Mery

    ResponderExcluir
  7. Lindas tuas compras. Também gosto de prendedores de cabelo, mas ao contrário de você, preciso dos grandes e fortes, pois minha cabeleira tem muito volume.
    Também não gosto de ninguém em cima de mim nas lojas, acho terrível.
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: