quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Aldeia do Papai Noel


Aconteceu. Voltei à infância.
Calma, gente.
No ano passado eu não levei as crianças em Gramado porque o Mais Velho tinha só 2 anos e o bebê... bem... era só um bebezinho de colo. Tinha só 10 meses. 
Então, este ano, vim com tudo!
Há duas semanas, fomos a Canela. Fizemos compras, almoçamos, tiramos fotos, aproveitamos. 
E no último sábado, resolvemos passar o dia em Gramado. Mas onde?
Uma amiga sugeriu a Aldeia do Papai Noel. E eu: onde? Depois de ela tentar me explicar por meia hora, eu me dei conta de onde era. Eu nunca tinha ido porque nunca tinha tido crianças em casa. 

Aliás, eu levei os meninos para falar com o Papai Noel e tirar fotos. Mas havia adultos lá sem crianças. Tem gente que não cresce. E não é no bom sentido. 


Aqui estão as fotos do Museu do Natal. A Aldeia é um parque enorme. Nunca pensei que fosse tão grande. Amei os brinquedos. O bebê ficava apontando e dizendo "qué, qué". Eu também, mas não pode. Não estão à venda. 

Fomos eu, vovó, a dinda Rosana e as crianças. Eu já disse que vou comprar uma kombi velha, reformar e aí sim vai caber a família toda, mais a babá e algumas outras crianças. Por enquanto, fomos só nós 5. Lotação esgotada. 




O bebê adorou esse ursinho. 






Abaixo, imagem da rena. Fizemos o passeio de trenzinho pelo parque, para poder visitar tudo. Com tantas crianças, só dava eu gritando: "olha lá, a rena! Olha, é uma rena! Ali tem outra! É de verdade!"


Aqui embaixo, na árvore, um ouriço, mas de madeira.
Também vimos um cervo ("um Bambi, mãe"), mas não saiu bem na foto. 



Eu amei as casinhas. Posso morar lá?



Esse menino não é meu. 






Acima, um cão são Bernardo. E abaixo, umas cabritinhas. 


O Mais Velho e a "cabra gorda". Acho que ela está prenha, filho. 


Aqui, o presépio na catedral de pedra de Canela. 

*******

Mais adiante tem a imagem (escultura) de Jesus dentro de um esquife de vidro. O Mais Velho me perguntou se ele estava morto e por que havia sangue nos pés. Eu parei para dar algumas explicações, pois ele nunca tinha estado numa igreja antes. 
Eu estava me saindo bem. O menino estava interessado. E estava mostrando que acima havia a imagem de Santo Antônio, ao lado da imagem de Jesus vivo, e... alguém me interrompe assim: "ele pode sair da frente pra eu tirar uma foto?".
Claro.
Sem dúvida. 
É para isso que vamos a igrejas, para nos entupir de fotos de Jesus. 
Não é mesmo?

5 comentários:

  1. vamos a igreja para nos entupir de fotos e ver as roupas dos outros kkkkkkkkkk
    nao deixa meu sobrinho ouvir a historia da kombi: é o sonho dele! e to quase pegando pra mim: carro que cabe 6 ou 7, com todas as bagagens, mais o cão, a bike...perfeito!
    quero ir na aldeia do papai noel :-P

    ResponderExcluir
  2. É lindo por lá mesmo e as crianças vibram! Adorei ! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Adorei! TAmbém quero ver as renas!!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ai, que delicia de viagem! Se eu adoraria estar lá, imagina como foi para os meninos! Lindo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Patty ! Faz alguns anos que fui levar minha irmã e sobrinhas na aldeia, é muito lindo, eu amei. Quero muito levar a Valentina, ela vai ficar encantada.
    A kombi é uma ótima ideia, assim ninguém fica de fora... rs, rs, rs...
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir

Deixe um recado, opinião ou sugestão, suas palavras são muito bem-vindas! Eu leio tudo! Prefiro responder por email, pois é mais rápido. Siga-me também pelo Facebook. Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Posts mais recentes: